texas-moody

Paola Nalvarte

Paola Nalvarte is a Peruvian journalist and documentary photographer living in Austin, Texas. She focuses on covering and writing about the Andes region. In Peru, Paola worked in the Lima office of the Italian news agency ANSA, on the economic news desk of the daily Expreso, and for ten years she has been working on different editorial projects doing picture editing and research for one of the oldest Spanish-language papers in the world, the Peruvian newspaper El Comercio. She also enjoyed writing for the newspaper weekly magazine Somos.

Paola Nalvarte es una periodista y fotógrafa documental peruana que vive en Austin, Texas. El foco de interés de su cobertura noticiosa es la región andina. En Perú, Paola trabajó en la oficina de Lima de la agencia italiana de noticias ANSA, en la sección de economía del diario Expreso y por diez años hizo investigación fotográfica y edición de fotografía editorial en el diario decano de la prensa peruana, El Comercio. También escribió para Somos, la revista semanal del mismo diario​, artículos sobre medio ambiente y cultura.

Paola Nalvarte é uma jornalista peruana e fotógrafa documentarista que vive em Austin, Texas. O foco de interesse da sua cobertura jornalística é a região andina. No Peru, Paola trabalhou no escritório de Lima da agência de notícias italiana ANSA, na seção de economia do jornal Expreso e, por dez anos, fez pesquisa fotográfica e edição de fotografia editorial para um dos jornais em espanhol mais antigos do mundo, o jornal peruano El Comercio. Ela também escreveu artigos de meio ambiente e cultura para a Somos, a revista semanal do mesmo jornal.

Artigos recentes

Morte de jornalista no Texas, EUA, poderia estar vinculada ao seu trabalho informativo

Jacinto Torres Hernández, jornalista, fotógrafo e agente imobiliário residente no Texas, EUA, foi encontrado morto com um tiro no peito na tarde de segunda-feira, 13 de junho, no quintal de uma casa no condado texano de Garland, informou o jornal La Estrella.​

Consumo de notícias nas redes sociais cresce na Venezuela após restrições à mídia tradicional

Em virtude das diversas políticas do atual governo da Venezuela restringindo a livre circulação de informação nos meios de comunicação tradicionais, as redes sociais tornaram-se uma alternativa para o consumo de notícias entre os cidadãos venezuelanos. É o que mostra um estudo realizado para a organização de defesa dos direitos humanos Espacio Público.

Portal de jornalismo de dados cobre pela primeira vez em tempo real as eleições presidenciais no Peru

Com o intuito de garantir um processo mais transparente, o portal peruano de jornalismo de dados Convoca decidiu realizar um projeto para informar em tempo real, a partir  de seu próprio site, os resultados do segundo turno das eleições para presidente realizado em 5 de junho. A organização também criou uma campanha nas redes sociais onde as pessoas poderiam denunciar as irregularidades deste processo.

Jornalista espanhola desaparece em zona colombiana controlada por grupos guerrilheiros

A jornalista espanhola Salud Hernández-Mora desapareceu no último sábado, 21 de maio, ao meio-dia no município de El Tarra, enquanto investigava o fim de cultivos ilícitos na região de Catatumbo, no estado colombiano de Norte de Santander, informou a agência Reuters.

Repórteres chilenos lançam rede de jornalistas investigativos em meio a protestos contra a "Lei da Mordaça"

Após vários anos de esforços para criar um espaço comum de discussão e cooperação, e para melhorar as ferramentas para um jornalismo de alta qualidade - como a gestão de bases de dados e o uso de fontes públicas de informação -, foi lançada oficialmente no dia 3 de maio a Rede de Jornalistas do Chile. A iniciativa foi inaugurada em um evento chamado Sem Mordaça.

IPYS Venezuela cataloga 2015 como o ano mais crítico para a liberdade de expressão desde 2002

O ano de 2015 foi apontado como tendo “m"maior número de conflitos relacionados à liberdade de expressão e direito à informação” na Venezuela, segundo um relatório recente anual do Instituto Prensa y Sociedad (IPYS) Venezuela, e de seus registros históricos desde 2002.

No Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, jornalista peruano é sentenciado por coluna de opinião

O jornalista Rafael León foi condenado pela justiça do Peru por crime de difamação no dia 3 de maio, de acordo com o jornal La República. A sentença, que coincidiu com a celebração do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, exige que León pague cerca de 1.800 dólares como reparação civil e que se submeta a um período de prova de um ano, devendo cumprir regras de conduta que incluem não mudar de domicílio e assinar mensalmente um registro.

Jornalista peruano condenado à prisão por difamação levará caso para a OEA

O caso do jornalista peruano Fernando Valencia, condenado dia 18 de abril a 20 meses de prisão por difamação agravada, será levado à relatoria especial para liberdade de expressão da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH), informou o jornal La República. O advogado Carlos Rivera Paz, que faz a defesa do jornalista, também disse que informaria a Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP, na sigla em espanhol) sobre o caso, acrescentou o jornal. 

Jornalistas latino-americanos da investigação Panama Papers sofrem críticas e retaliações

Enquanto no Equador os jornalistas que fizeram parte da investigação jornalística mundial conhecida como Panama Papers estão enfrentando uma “campanha de assédio” liderada pelo presidente Rafael Correa e seus seguidores, no Peru e no Panamá as reações mais adversas ocorreram dentro dos próprios meios de comunicação tradicionais e na sociedade civil, respectivamente.

Jornalistas de meios tradicionais discutem a transição digital no Colóquio Ibero-americano do Centro Knight

Quase cem jornalistas de 13 países da América Latina, Estados Unidos e Espanha se encontraram no último domingo, 17 de abril, no 9º Colóquio Ibero-americano de Jornalismo Digital, organizado pelo Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, na Universidade do Texas em Austin, graças ao apoio do Google.