texas-moody

Blogueira cubana Yoani Sánchez é recebida com protestos no Brasil

Após vencer uma batalha de cinco anos pelo direito de sair de Cuba, a blogueira Yoani Sánchez foi recebida sob protestos no desembarque de seu primeiro destino internacional, o Brasil. Manifestantes a favor do regime castrista usaram cartazes acusando Sánchez de agir sob influência dos EUA no saguão do aeroporto, informou o portal Terra.

Em resposta à manifestação, ela escreveu em seu perfil no Twitter: "Ao chegar, muitos amigos me deram boas-vindas. Outras pessoas me gritaram insultos. Oxalá em #Cuba fosse possível fazer o mesmo. Viva a liberdade!"

Junto com suas impressões sobre o Brasil, a blogueira criticou o governo cubano, em especial as limitações impostas à liberdade de expressão na ilha, como a censura aos opositores do regime e as restrições ao acesso à internet.

O Brasil é apenas a primeira parada. Yoani, de 37 anos, deve percorrer mais de 12 países da América Latina e Europa numa viagem de cerca de três meses para inaugurar “uma nova etapa” em sua vida, após ser impedida de sair da ilha 20 vezes pelo governo comunista.

Sánchez, que foi detida por autoridades cubanas duas vezes em 2012, é autora do célebre blog Generación Y, no qual escreve sobre a vida em Cuba. Ela foi nomeada em novembro como nova delegada pela liberdade de expressão em Cuba da Sociedade Interamericana de Imprensa.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos