texas-moody

Comissão Interamericana de Direitos Humanos pede ao governo equatoriano que suspenda condenação do El Universo

Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) enviou uma carta ao governo equatoriano, pedindo a imediata suspensão da condenação do diário El Universo, após aceitar o pedido de aplicação de medidas cautelares feito pelos donos do jornal e pelo ex-editor de opinião Emilio Palacio, informou a BBC Mundo.

O documento, publicado pelo El Universo, diz que a suspensão da sentença contra Palacio e Carlos, Nicolás e César Perez, irmãos e donos do jornal, garantiria o direito à liberdade de expressão, destacou a própria publicação.

O advogado do presidente equatoriano, Rafael Correa, autor do processo por calúnia contra o jornal, disse que a CIDH pretende intimidar os juízes com a carta e que trata-se de “um ataque à democracia, um ataque à independência judicial e um ataque à jurisdição interna", segundo a EFE.

O ministro de Relações Exteriores, Comércio e Integração do Equador, Ricardo Patiño, disse que o pedido da CIDH será analisado e respondido, informou o próprio ministério em seu site oficial.

Mais artigos