texas-moody

Curso gratuito em inglês sobre saúde mental e jornalismo: aprenda a se cuidar e cobrir questões de saúde mental de maneira responsável

A cobertura jornalística sobre saúde mental e o próprio bem-estar dos jornalistas tem sido tradicionalmente negligenciados na indústria do jornalismo, apesar do fato de que os profissionais da imprensa são frequentemente testemunhas de tragédias e traumas, lidam com agendas agitadas, enfrentam futuros incertos no setor e trabalham em redações insalubres. A pandemia da COVID-19 colocou mais combustível neste fogo.

Em uma pesquisa recente com quase 1.000 trabalhadores de mídia canadenses, 69% relataram ter ansiedade e 46% relataram sofrer de depressão. Cinquenta e três por cento procuraram profissionais de saúde para lidar com o estresse relacionado ao trabalho e o bem-estar mental.

Em resposta a esse problema generalizado em nossa comunidade global de jornalismo, o Centro Knight para o Jornalismo nas Américas, o Carter Center e The Self-Investigation estão oferecendo o curso online gratuito em inglês "Saúde mental e jornalismo: como jornalistas podem se cuidar e cobrir o tema de maneira responsável”.

Este curso online aberto massico (MOOC, na sigla em inglês) de cinco semanas vai de 27 de junho a 31 de julho de 2022. As inscrições estão abertas, então inscreva-se agora.

Mental Health and Journalism MOOC

REGISTER NOW

"Você já deve ter ouvido a frase 'coloque sua máscara de oxigênio primeiro antes de ajudar os outros'. Bem, isso é essencial para sobreviver a uma emergência de voo e é igualmente essencial para preservar a sanidade e a saúde em um trabalho de alta pressão e carga emocional como o jornalismo", disse Kim Brice, cofundadora do The Self-Investigation e instrutora do curso.

“Jornalistas são seres humanos e suscetíveis, como qualquer outra pessoa, a desafios de saúde mental, dependendo de suas história e experiência pessoal e dos temas que cobrem. É apenas senso comum estar ciente da própria saúde física e mental e dos riscos potenciais para trabalhar bem e viver bem”, continuou Brice. “Essa conscientização também permitirá que jornalistas cubram questões de saúde mental com maior compreensão e respeito, e podem usar este conhecimento para ajudar a melhorar a saúde das sociedades por meio de suas reportagens”.

Outras instrutoras do curso são Mar Cabra, jornalista vencedora do Prêmio Pulitzer e cofundadora da The Self-Investigation, e Stephanie Foo, escritora, produtora de rádio e autora do livro de memórias What My Bones Know.

Em cinco semanas, elas cobrirão:

  • Módulo 1: Fatos sobre estresse e saúde mental, incluindo habilidades básicas de autocuidado e prevenção de burnout
  • Módulo 2: Como trabalhar e colaborar de maneira mais saudável no mundo digital, incluindo a análise de traumas indiretos e assédio online
  • Módulo 3: Como aumentar a conscientização e gerar uma cultura de trabalho mais saudável, incluindo a integração do bem-estar nas políticas da empresa
  • Módulo 4: Como contar histórias que constroem empatia, não patologia, incluindo olhar para a “doença” mental como uma construção social
  • Módulo 5: Como cuidar de suas fontes, incluindo as melhores práticas de entrevista e cuidados com a saúde mental de suas fontes

Embora Cabra tenha dito que as questões de saúde mental estão ganhando mais atenção, debates e recursos devido aos efeitos da pandemia de COVID-19 na saúde da sociedade, ela acrescentou que o tema “continua sendo amplamente tabu ou incompreendido”.

“Por muito tempo, a indústria do jornalismo adotou e até glorificou uma cultura ‘sempre conectada’ e a pandemia simplesmente acelerou e amplificou os efeitos desta cultura no bem-estar dos jornalistas”, disse Cabra. “E estamos vendo suas consequências prejudiciais em jornalistas e na profissão em geral.”

Além da saúde mental dos jornalistas, este curso aprofundará como os profissionais de mídia também podem abordar questões de saúde mental em sua cobertura.

“Jornalistas precisam saber como cobrir eticamente questões de saúde mental para proteger os indivíduos sobre os quais estão reportando, além de proteger outros indivíduos em sua comunidade”, disse Foo. “Você também quer ter certeza de que não está reforçando estereótipos perigosos, criando estigma em torno de qualquer tema que esteja cobrindo e isolando ainda mais as pessoas com questões de saúde mental do mundo ao redor delas”.

Brice, Cabra e Foo serão acompanhadas por uma lista impressionante de cerca de uma dúzia de palestrantes convidados, incluindo Hannah Storm e John Crowley, co-diretores da Headlines Network, Sisi Wei, co-diretora executiva da OpenNews, e Alia Dastagir, repórter do USA Today.

“Queremos que esta oportunidade dê voz às pessoas que estão fazendo um trabalho incrível na desestigmatização da saúde mental na mídia ao redor do mundo e na promoção de uma cultura jornalística mais saudável e diversificada”, disse Cabra sobre os palestrantes convidados.

As instrutoras ministrarão o curso por meio de palestras em vídeo, apresentações, leituras, fóruns de discussão e questionários.

Este curso é assíncrono, o que significa que você pode concluir as atividades do curso em seu tempo. Existem prazos recomendados para que você não fique para trás.

As pessoas que completarem com sucesso os requisitos do curso e pagarem uma taxa administrativa de US$ 30 podem receber um certificado de participação ao final do curso. Não há crédito formal de qualquer tipo associado ao certificado emitido pelo Centro Knight.

“Este MOOC tem algo de inédito: estamos trazendo treinamento em saúde mental para um grande público em uma escala que não havia sido feita antes”, disse Cabra. “Por muito tempo os cursos de jornalismo foram focados em hard skills (redes sociais, planilhas, newsletters), mas agora estamos começando a aceitar que soft skills também são importantes. Estamos reconhecendo que também somos seres humanos! Somos tão importantes quanto nosso trabalho – se não mais!”

“Agradecemos ao Carter Center pelo apoio que tornou este curso possível, e às três instrutoras que aceitaram o desafio de desenvolver este programa pioneiro que beneficiará jornalistas de todo o mundo”, disse o professor Rosental Alves, fundador e diretor do Centro Knight. “Estamos felizes em fazer parceria com a The Self-Investigation, uma organização criada recentemente para fornecer uma variedade de serviços destinados a melhorar o bem-estar dos profissionais de mídia.”

Junte-se às instrutoras hoje para este importante curso, onde você aprenderá não apenas como cuidar de si, da sua saúde mental e bem-estar, mas também como cobrir a saúde mental de sua própria comunidade. Inscreva-se agora.

REGISTER NOW

Mais artigos