texas-moody

IPI pede libertação de jornalista preso sem explicação há seis meses em Cuba

O Instituto Internacional de Imprensa (IPI) pediu a libertação do jornalista cubano Calixto Martínez, preso por desacato à autoridade, informou a própria entidade no dia 4 de abril.

O IPI fez o apelo uma semana após o jornalista encerrar sua segunda greve de fome em menos de cuatro meses, depois de as autoridades cubanas prometerem sua libertação, acrescentou o comunicado. O jornalista reclama ainda das péssimas condições da cadeia, assim como da falta de cuidados médicos.

Calixto Ramón Martínez Arias, repórter da agência Hablemos Press, foi preso em16 de setembro de 2012 no aeroporto de Havana, ao tentar investigar a chegada de suprimentos médicos ao país.

O governo não justificou ainda as acusações contra o jornalista e nem o acusou formalmente, destacou o IPI.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos