texas-moody

Mais um jornalista cubano é libertado da prisão

Mais um jornalista cubano foi libertado da prisão e partiu para o exílio na Espanha, afirma o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

Miguel Galván Gutierrez, 45 anos, foi solto em cumprimento da promessa feita em julho pelo presidente cubano Raul Castro de libertar 52 prisioneiros políticos encarcerados em 2003 durante a "Primavera Negra", uma ofensiva do governo cubano contra opositores do regime.

Galván, sentenciado a 26 anos de prisão, era jornalista freelance que trabalhava para a agência Habana Press, diz a agência EFE. Outros quatro jornalistas presos durante a Primavera Negra continuam encarcerados, além de outro detido posteriormente, afirma o levantamento da CPJ.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos