texas-moody

SIP homenageia Robert Cox por sua corajosa cobertura da ditadura militar argentina

Um jornalista britânico, elogiado por sua cobertura corajosa da ditadura militar na Argentina (1976-1983), ganhou o Grande Prêmio da Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) de Liberdade de Imprensa.

Robert Cox, ex-editor do jornal Buenos Aires Herald, foi homenageado por sua "longa trajetória e coragem na defesa da livre expressão", disse a entidade em comunicado. "Sua biografia ilustra a importância do jornalismo na defesa da liberdade frente às ditaduras", destacou o presidente da SIP e do jornal Siglo 21 da Guatemala, Gonzalo Marroquín.

Cox chegou a Buenos Aires em 1959 para trabalhar como copydesk no Herald e, eventualmente, ocupava o cargo de editor da publicação. O golpe militar de 1976 mergulhou a Argentina na chamada “Guerra Suja”, quando milhares de pessoas morreram ou desapareceram nas mãos de militares. Cox é apontado como responsável por salvar muitas vidas ao publicar fotos e histórias sobre gente inocente presa pelas autoridades.

Como resultado da cobertura destemida no Herald, explicou Roy Greenslade no jornal The Guardian, a circulação passou de uns poucos milhares a mais de 20 mil exemplares diários, já que as pessoas buscavam notícias que escapavam à censura governamental.

Atualmente aposentado aos 76 anos, Cox também trabalhou como editor do periódico Post & Courier em Charleston, Estados Unidos, local para onde foi em 1979 após ter a família ameaçada na Argentina. De volta a Buenos Aires em 2010 para o lançamento da versão em espanhol do livro "En honor a la verdad: Memorias desde el exilio de Robert Cox", escrito por seu filho David, Cox disse à revista Time: "É ótimo estar de volta em uma realidade em que eu existo, porque era muito difícil estabelecer o que aconteceu, (…) e encontrar pessoas que me dizem: 'Você salvou minha vida'. Isto é impressionante”. Nessa época, Cox também foi declarado cidadão ilustre de Buenos Aires.

No total, a SIP homenageou profissionais em 11 categorias. Os prêmios, acompanhados de 2 mil dóalres, serão entregues na 67ª Assembleia Geral da SIP de 14 a 18 de outubro em Lima, no Peru.

Além de Cox, foram premiados jornalistas de diversos países das Américas. Jornalistas brasileiros levaram prêmios em três categorias. Para ver a lista completa, acesse o anúncio da premiação aqui.

Mais artigos