texas-moody

CPJ: América Latina foi a região mais letal para jornalistas em 2022

  • Fonte: CPJ
  • 24 janeiro, 2023

"O número de jornalistas assassinados em todo o mundo aumentou acentuadamente em 2022, de acordo com um relatório publicado terça-feira (24 de janeiro) pelo Comitê para Proteção de Jornalistas.

A América Latina foi a região mais letal para a imprensa, com 30 jornalistas mortos, representando quase metade dos 67 jornalistas e trabalhadores da imprensa mortos em todo o mundo. O total global de 67 foi o maior número de mortos desde 2018 e um aumento de quase 50% em relação a 2021.

Mais da metade dos assassinatos ocorreu em apenas três países - Ucrânia (15), México (13) e Haiti (7) - os números anuais mais altos que a CPJ já registrou para esses países. Notavelmente, apesar dos países da América Latina estarem oficialmente em situação de paz, a região superou o alto número de jornalistas mortos na guerra da Ucrânia."

Leia o artigo original (em inglês)

Mais artigos