texas-moody

Funcionários de TV colombiana fogem do país em meio a ameaças de militantes das FARC

  • Fonte: CPJ
  • 8 dezembro, 2020

"Em 16 de novembro, Arlex Piedrahita, operador de câmera da emissora Caracol TV, fugiu para os Estados Unidos com sua família depois de receber uma ameaça de morte e outras mensagens ameaçadoras de indivíduos que afirmavam ser membros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia , um grupo rebelde marxista conhecido como FARC, segundo reportagens da imprensa e o jornalista, que conversou com o CPJ por meio de um aplicativo de mensagens.

Piedrahita disse que ele e dois outros jornalistas da Caracol TV, Eduardo Manzano e Alexander Cárdenas, receberam uma série de ameaças de morte de membros das FARC após reportagens sobre o comércio ilegal de maconha no oeste da Colômbia em novembro de 2019. ”

Leia o artigo original (Inglês)

Mais artigos