texas-moody

Impunidade em casos de jornalistas assassinados durante governo atual mexicano é de quase 90%

"A impunidade nos casos de jornalistas e defensores dos direitos humanos assassinados no atual governo do presidente Andrés Manuel López Obrador é de 89,37% e 99%, respectivamente, revelou o Ministério do Interior.

Dos 47 jornalistas assassinados de dezembro de 2018 a setembro de 2021, apenas cinco casos tiveram condenações, e dos 94 defensores assassinados, apenas dois, revelou o chefe da Unidade de Direitos Humanos do Ministério do Interior, Enrique Irazoque Palazuelos".

Leia o artigo original (Espanhol)

Mais artigos