texas-moody

Organizações registram 37 ataques após o segundo turno eleitoral no Brasil

  • Fonte: Abraji
  • 7 novembro, 2022

"A Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e outras organizações que atuam na defesa das liberdades de imprensa e de expressão registraram, nos últimos dias, uma onda de ataques sem precedentes contra comunicadores, fotógrafos, cinegrafistas e repórteres. Após o resultado da votação do segundo turno destas eleições, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) agrediram fisicamente e hostilizaram ao menos 37 equipes em todas as regiões do país, em atos golpistas nas capitais, cidades do interior e nos bloqueios das estradas.

A mobilização para atacar profissionais de imprensa por parte da base mais radical do presidente derrotado nas urnas saiu do campo digital e foi às ruas. Xingamentos, declarações racistas e até luta corporal foram classificados pelas organizações."

Leia o artigo original

Mais artigos