texas-moody

Pena pelo assassinato da jornalista mexicana Miroslava Breach aumentapara 51 anos e três meses

“Ao julgar o recurso de Juan Carlos Moreno Ochoa, vulgo El Larry, pelo assassinato de Miroslava Breach Velducea, correspondente de La Jornada e colaboradora de Norte de Juárez, um tribunal unitário aumentou sua pena de 50 para 51 anos e três meses de prisão e 8 milhões 120 mil pesos [mexicanos] o pagamento de indenizações às vítimas indiretas.

Embora o recurso interposto pelo advogado de El Larry tenha sido rejeitado, ajudou a indenizar a família do jornalista assassinado em 23 de março de 2017. ”

Leia o artigo original (em espanhol)

Mais artigos