texas-moody

Sites de notícias venezuelanos independentes bloqueados por provedores de serviços independentes controlados pelo Estado

  • Fonte: CPJ
  • 4 fevereiro, 2022

"Novos bloqueios de alguns dos poucos sites de notícias independentes restantes da Venezuela são um sinal preocupante de crescente censura à imprensa, disse o Comitê para a Proteção dos Jornalistas na sexta-feira [4 de fevereiro].

Jornalistas e especialistas dizem que os provedores privados de serviços de internet (ISPs) estão censurando os sites pela primeira vez, embora estejam indisponíveis nas redes estatais há anos.

Na terça-feira, 1º de fevereiro, os provedores privados Movistar, Digitel, Inter, NetUno e Supercable começaram a bloquear o acesso aos sites de notícias  Efecto Cocuyo e Crónica Uno e EVTV Miami, uma estação de streaming que informa sobre a Venezuela, de acordo com  Venezuela Sin Filtro, um projeto de vigilância que monitora a censura na internet."

Leia o artigo original (em inglês)

Mais artigos