texas-moody

César López Linares

César López Linares began his career at the Mexican newspaper REFORMA as an entertainment and media co-editor. He has written for publications such as TODO Austin, Texas Music Magazine and The Austin Chronicle. César has a Master's degree in Journalism from the University of Texas at Austin and a Bachelors degree in Communication from the National Autonomous University of Mexico. He currently writes about innovation in journalism for the Gabo Foundation in Colombia and for the Knight Center's LatAmJournalism Review blog. A native of Mexico City, César has become a digital nomad combining content creation with his passion for travel.
________
César López Linares inició su carrera en el diario mexicano REFORMA como coeditor de entretenimiento y medios. Ha escrito para publicaciones como TODO Austin, Texas Music Magazine y The Austin Chronicle. César tiene una Maestría en Periodismo de la Universidad de Texas en Austin y una Licenciatura en Comunicación de la Universidad Nacional Autónoma de México. Actualmente escribe sobre innovación en periodismo para la Fundación Gabo en Colombia y para el blog LatAmJournalism Review del Centro Knight. Originario de la Ciudad de México, César se ha convertido en un nómada digital que combina la creación de contenido con su pasión por viajar.
_________
César López Linares começou sua carreira no jornal mexicano REFORMA como coeditor de entretenimento e mídia. Ele escreveu para publicações como TODO Austin, Texas Music Magazine e The Austin Chronicle. César tem mestrado em jornalismo pela University of Texas em Austin e é bacharel em comunicação pela Universidad Nacional Autónoma de México. Atualmente, ele escreve sobre inovação em jornalismo para a Fundação Gabo na Colômbia e para o blog LatAm Journalism Review do Centro Knight. Nascido na Cidade do México, César se tornou um nômade digital combinando a criação de conteúdo com sua paixão por viagens.

Artigos recentes

Allan González, radio announcer killed in Ciudad Juárez

Ataques do crime organizado matam quatro funcionários de rádio em Ciudad Juárez, no México

O que começou como uma briga entre grupos criminosos rivais terminou em ataques à população que resultaram na morte de quatro funcionários do grupo MegaRadio. Os assassinatos, considerados por organizações como uma forma de desestabilização social, fizeram com que a estação paralisasse temporariamente sua transmissão.

Screenshot of the Zoom meeting for the launch of the ebook Protection of Journalists: Safety and Justice in Latin America and the Caribbean

ONGs propõem medidas para melhorar proteção a jornalistas na América Latina, durante lançamento de ebook multilíngue do Centro Knight e da Unesco sobre o tema

Diante do fracasso dos mecanismos de proteção aos jornalistas, os membros da imprensa devem fortalecer a autoproteção, a solidariedade dentro da profissão e os vínculos com a sociedade civil, disseram representantes de Artigo 19, Repórteres sem Fronteiras e Comitê para a Proteção dos Jornalistas.

Computer showing some of the Latinográficas graphic pieces

Terceira edição de Latinográficas, do El Surti, abordará mudanças climáticas e ensinará como 'hackear' algoritmos em prol do jornalismo visual

A terceira edição da Latinográficas, o programa de aprendizagem e colaboração de El Surti projetado para impulsionar o jornalismo visual na América Latina, abordará a desinformação e a violência em torno das mudanças climáticas e incluirá um componente sobre como contornar os algoritmos de plataformas digitais em favor do conteúdo.

Graphic art of reporters covering the Amazon

Alianças, plano de segurança e transparência são elementos básicos para cobrir a Amazônia, dizem jornalistas especializados na região

Cinco jornalistas da América do Sul com experiência na cobertura da Floresta Amazônica compartilharam algumas medidas básicas e conselhos a serem considerados ao cobrir esta vasta região natural com sucesso e segurança.

Mariana Santos, directora ejecutiva de Chicas Poderosas

'Os meios precisam adaptar seus modelos de gestão para garantir redações com diversidade, inclusão e enfoque de gênero': 5 perguntas para Mariana Santos, diretora da Chicas Poderosas

Ter redações com mais espaços de liderança para mulheres, pessoas trans e não-binárias resultará em um jornalismo que contribua mais para a construção de sociedades mais inclusivas, disse a fundadora e diretora executiva da organização Chicas Poderosas.

Amazon Rainforest art

Com inteligência artificial, geojornalismo e jornalismo de dados, jornalistas evitam alguns dos perigos de cobrir a Amazônia

Jornalistas de Brasil, Colômbia e Venezuela têm utilizado metodologias, estratégias e ferramentas tecnológicas inovadoras para enfrentar os conflitos ambientais e sociais que ameaçam a Amazônia sem se submeter aos riscos de adentrar a floresta tropical.

Colombian Journalist Claudia Julieta Duque

Tribunal confirma responsabilidade do Estado colombiano em violações de direitos humanos de jornalista Claudia Julieta Duque, após mais de 20 anos de processo

A jornalista Claudia Julieta Duque, que durante duas décadas passou por tortura psicológica, exílio e perseguição por jornalismo investigativo, disse que a recente decisão do Conselho de Estado colombiano é a mais importante na luta por justiça pelas violações de seus direitos humanos.

Artificial Intelligence and Collaboration art

América Latina marca presença em iniciativas globais que vinculam a inteligência artificial ao jornalismo

Jornalistas baseadas na Argentina foram selecionadas em um programa sobre como cobrir o impacto dos algoritmos na sociedade, enquanto veículos de Argentina, Brasil, México e Paraguai participam de um desafio colaborativo para desenvolver ferramentas de inteligência artificial que potencializem o trabalho dos jornalistas.

Art depicting violence towards journalists in Ecuador

Mais de 140 ataques à imprensa são registrados em duas semanas de greve geral no Equador; estigmatização de jornalistas e impunidade são principais causas, dizem organizações

Ataques com pedras, paus, líquidos ferventes, ameaças e impedimentos ao acesso à informação são alguns dos ataques que a imprensa vem sofrendo durante a cobertura dos protestos que começaram em 13 de junho no Equador.

Helena

Jornalistas da América Latina abordam em Cúpula regional as melhores práticas para cobrir a Amazônia e as mudanças climáticas

A Amazônia deve ser coberta com muita preparação, incluindo vozes locais, a partir de perspectivas diversas e sem cair na armadilha da desinformação, segundo os participantes da I Cúpula Amazônica de Jornalismo e Mudanças Climáticas 2022, realizada de 9 a 11 de junho no Equador.