texas-moody

Em Honduras, organização denuncia "censura" de spot de rádio sobre democratização na distribuição de frequências

  • By Guest
  • 13 December, 2012

Por Alejandro Martínez

O Comitê pela Livre Expressão, o C-Libre, denunciou que uma empresa de rádio de Honduras censurou, sem justificativa, um spot feito pela organização para defender a democratização do espectro radioelétrico.

Segundo o Conexihon, a empresa Audio Video - que opera cerca de 60 frequências de rádio, - comunicou por e-mail a decisão de não divulgar o spot em sua principal emissora, a Radio América. Segundo a C-Libre, a mensagem não explica os motivos da atitude, apenas informa que ela foi tomada por um produtor da empresa "em um ato claro de censura às liberdades de expressão e informação".

O spot defendia a distribuição equilibrada as concessões no país, quem, em sua maioria, pertencem a grupos empresariais, explicou a C-Libre.

"Com isso, diversos setores sociais sem fins lucrativos precisam alugar espaço nesses chamados meios de comunicação e suportar todo tipo de agressão à liberdade de expressão, como durante o golpe de Estado de 2009", argumentou a organização.

A C-Libre pede que a distribuição das frequências de rádio e TV seja mais inclusiva em relação aos meios comunitários e públicos.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

More Articles