texas-moody

Folha de S. Paulo nega censura a blog satírico e diz que só reclamou do nome similar

A propósito do post que publicamos sob o título “Sátira da Folha gera discussão sobre liberdade de expressão e propriedade intelectual na internet”, o editor de Mídias Sociais da Folha de S. Paulo, Marcos Strecker, enviou ao Centro Knight para o Jornalismo nas Américas uma nota negando que o jornal tenha censurado qualquer blog.

O editor explica que o processo judicial que a Folha iniciou contra os autores do blog “Falha de S. Paulo” não pretende censurar o conteúdo satírico, mas sim “cessar o uso de seu logotipo e de nome de domínio virtualmente idêntico ao do jornal”.

A ação da “Folha de S. Paulo” contra o blog “Falha de S. Paulo” gerou muita polêmica na rede, incluindo acusações de que a Folha, apesar de sua defesa da liberdade de expressão, estaria censurando um blog, o que o jornal nega. O caso teve repercussão internacional.

Eis a nota enviada pela Folha de S. Paulo ao Centro Knight:

“Ao contrário do informado no blog do Knight Center, não é verdade que qualquer blog tenha sido censurado pelo jornal 'Folha de S.Paulo'.

A 'Folha de S.Paulo' entrou com ação civil contra os criadores do blog citado no seu texto para cessar o uso de seu logotipo e de nome de domínio virtualmente idêntico ao do jornal. Na própria ação o jornal deixa claro que não se opõe à sátira e que não tem a intenção de criar obstáculos ao conteúdo do blog citado.

Além de falsa, a informação não condiz com a conduta do jornal de defesa da liberdade de expressão, com responsabilidade e nos limites da lei.

Como a informação não está corrreta e pode induzir seu leitor ao erro, pedimos o pronto esclarecimento."

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos