texas-moody

‘Imploro por minha vida’: jornalista mexicano que fugiu para os EUA há 10 anos pede asilo mais uma vez

O jornalista mexicano Emilio Gutiérrez Soto pediu novamente asilo para ele e seu filho em um tribunal de imigração de El Paso, 10 anos depois que eles se apresentaram a um posto de controle na fronteira EUA-México e mais de um ano após sua primeira solicitação de asilo ser negada.

Emilio Gutiérrez Soto (Divulgação)

"Imploro por minha vida", disse Gutiérrez ao juiz Robert Hough em 22 de outubro, de acordo com um comunicado de imprensa do National Press Club, que é uma das organizações que apóiam Gutiérrez.

Dois dias após a audiência - que foi adiada devido à falta de documentos, segundo o advogado de Gutiérrez -, o jornalista disse ao Centro Knight que ele achava que o juiz estava “brincando com [suas] vidas”.

Tem sido um longo caminho de adiamentos, recusas e detenções para Gutiérrez e seu filho, que fugiram de Chihuahua em 2008 por temer por suas vidas. O jornalista disse que foi informado que membros do Exército mexicano estavam furiosos com suas reportagens e planejavam matá-lo.

Uma reportagem de janeiro de 2005 de Gutiérrez no El Diario relatou que seis membros do Exército e um civil agrediram e roubaram hóspedes de um hotel e os ameaçaram de morte.

Soldados do Exército supostamente ameaçaram Gutiérrez em fevereiro de 2005 e invadiram sua casa em maio de 2008, de acordo com o que o jornalista disse à publicação Mother Jones.

Eduardo Beckett, advogado de Gutiérrez, disse ao Centro Knight que, como parte do caso do jornalista, eles estão apontando para o México como um dos países mais perigosos para os jornalistas e que as condições no país não melhoraram. Além disso, Beckett observou falhas do Mecanismo Mexicano de Proteção a Jornalistas e Defensores de Direitos Humanos, que quase ficou sem dinheiro este ano.

Eles também argumentam que o perfil de Gutiérrez mudou ao longo da última década.

"Acreditamos de boa fé que agora, depois de 10 anos com ele se expressando, criticando o governo, participando de eventos de costa a costa, que seu perfil está muito mais em evidência agora", disse Beckett.

Mais artigos