texas-moody

Jornal da Nicarágua denuncia ameaças contra jornalistas após matérias sobre corrupção no governo

O jornal nicaragüense El Nuevo Diario denunciou que seus jornalistas têm recebido ameaças após a publicação de matérias sobre suposta corrupção no governo do esquerdista Daniel Ortega, informou a imprensa local. Os casos de corrupção e nepotismo estariam ligados ao Ministério da Fazenda e à Direção Geral da Receita, explicou o próprio jornal.

Nas últimas semanas, o El Nuevo Diario recebeu uma série de telefonemas e e-mails. O jornalista Luis Galeano, encarregado das matérias em questão, foi advertido “sobre o perigo que corre sua integridade física pelo que se atreveu a publicar”, explicou o jornal em editorial publicado no dia 19 de janeiro.

No entanto, o El Nuevo Diario garantiu que as ameaças “não calarão” o jornal e que nem “Galeano nem nenhum jornalista deixará de fazer seu trabalho”, especialmente quando se tratar de denúncias de corrupção.

Organizações de defesa dos direitos humanos, jornalistas independentes e outros veículos repudiaram as ameaças contra o jornal, segundo o La Prensa, que enfatizou: “sem liberdade de imprensa não há liberdade”.

Denúncias contra o governo sandinista pela suposta perseguição a opositores têm sido frequentes nos últimos anos na Nicarágua. Em setembro de 2010, o La Prensa denunciou uma perseguição política após a demissão de entregadores.

Other Related Headlines:
» Centro Knight (A pesar de amenazas, puede surgir buen periodismo en Nicaragua, afirma veterano periodista)

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos