texas-moody

Jornalistas de Honduras são impedidos de entrevistar imigrantes detidos

A organização defensora da liberdade de expressão em Honduras, C-Libre, denunciou que um escritório regional do Comissário Nacional para os Direitos Humanos (CONADEH) restringe o trabalho da imprensa ao impedir os profissionais de fotografar, filmar ou entrevistar imigrantes detidos em um Centro para Migrantes na cidade de Choluteca, ao sul do país.

Repórteres do jornal digital Conexion.info, pertencente à C-Libre, tentaram entrevistar os presos para conhecer o estado de saúde deles, mas não puderam realizar seu trabalho porque o diretor regional, Miguel Marach, impediu o acesso ao centro alegando estar cumprindo uma política para proteger os direitos dos imigrantes. No entanto, a delegada da CONADEH na zona sul, afirmou que a citada política não existia.

Mais artigos