texas-moody

Presidente do Equador suspende acesso de profissionais do jornal El Universo à sede do governo

Em um novo embate entre o presidente do Equador, Rafael Correa, e a imprensa, o acesso do jornal El Universo ao Palácio de Carondelet, sede do governo equatoriano, foi temporariamente suspenso, por causa do suposto descumprimento de certas "disposições constitucionais", informou o El Nacional.

Segundo o jornal, a jornalista Sugey Hajjar foi expulsa da sala de imprensa do palácio após ser informada de que sua credencial de acesso ao edifício não havia sido renovada.

A EFE explicou que não é preciso ter uma credencial da Presidência para ter acesso à sala de imprensa. Geralmente, basta a identificação do veículo.

El Universo garantiu ter seguido as diretrizes para a renovação da credencial. Uma nota da Secretaria Nacional de Comunicação, porém, deixa claro que o verdadeiro motivo da suspensão do acesso foi o jornal ter se negado a corrigir uma matéria publicada em dezembro de 2010 justamente sobre o uso das identificações, dijo El Comercio.

Trata-se do embate mais recente entre a imprensa e Correa. O presidente está até processando jornalistas e diretores de veículos de comunicação por supostas injúrias. Uma das ações é justamente contra o El Universo.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

More Articles