texas-moody

Rede de jornalismo cidadão cobre eleições no Peru

Reportero W, um site peruano “armado eternamente com informação enviada pelos cidadãos”, estreou na cobertura das eleições com os comícios regionais e municipais em 3 de outubro, no Peru.

Os leitores do Reportero W, que faz parte do grupo Radio Programas do Peru, receberam informações que vão desde a circulação dos votantes, a incidentes como o incêndio de um automóvel que causou congestionamento de tráfico próximo a um local de votação ou casos de cidadãos que não puderam exercer seu direito de voto. Os peruanos também puderam ver seus compatriotas votando em Nova Jersey e na Espanha.

Os dados disponíveis no site são enviados por usuários registrados e publicados com sua assinatura, com o aviso de que as informações são de sua “completa responsabilidade”, sob o marco de uma política de conteúdo que exige que a informação “não deve ser falsa nem copiada, tampouco obscena ou que caracterize spam”. Os usuários registrados também podem publicar fotos ou vídeos, além do texto.

As eleições municipais no Peru não são o primeiro acontecimento a merecer cobertura da rede de jornalismo cidadão criada em 2008. O desabamento de um morro em Ayacucho, em novembro de 2009, e as inundações em janeiro em Cusco foram os primeiros assuntos abordados pela rede, que pode ser seguida por redes sociais como Twitter, Facebook e YouTube.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

More Articles