texas-moody

SIP pede à Justiça mexicana respeito à liberdade de expressão durante eleições

Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP) pediu à Suprema Corte do México que respeite o direito dos cidadãos de expressar suas opiniões publicamente, pelos meios comunicação, durante o período eleitoral.

O pedido foi feito depois que um grupo de 15 intelectuais e personalidades mexicanas apresentou um recurso contra um artigo da Constituição que proíbe os cidadãos de comprar espaço no rádio e na TV para fazer propaganda eleitoral, informou a agência EFE.

Em 2007, o polêmico artigo deu ao Instituto Federal Eleitoral (IFE) exclusividade na contratação de espaço para propaganda eleitoral.

A Suprema Corte decidirá se o artigo pode ser impugnado, mas uma votação realizada em 31 de janeiro terminou empatada, informou o El Nacional.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos