texas-moody

Jornalista hondurenha é acusada de vários crimes por cobertura de despejo de famílias indígenas

  • Fonte: CPJ
  • 3 agosto, 2022

“Em 22 de maio, Juan Argueta, proprietário de terras do município de San José, apresentou queixa criminal contra a [jornalista Sonia] Pérez, correspondente da Radio Progreso, acusando-a de usurpação agravada e danos materiais, segundo a imprensa, um artigo da Radio Progreso e o depoimento da jornalista, que conversou com o CPJ por telefone.

Na denúncia, à qual o CPJ teve acesso, Argueta alegou que Pérez havia invadido sua propriedade quando cobria o despejo de famílias indígenas em 18 de maio, segundo as fontes citadas.

Um tribunal criminal do município de Marcala, no departamento ocidental de La Paz, realizou a audiência inicial do processo em 19 de junho, disse Pérez. Em uma audiência posterior realizada na quinta-feira, 28 de julho, o Ministério Público solicitou o arquivamento do processo contra Pérez e os demais réus, por falta de provas, segundo a Radio Progreso, que indicou que a decisão do tribunal era esperada na sexta-feira.

 

Leia o artigo original

Mais artigos