texas-moody

Ministério Público pede proteção a jornalista que sofreu atentado em Olímpia, São Paulo

"O Ministério Público de São Paulo solicitou à Vara Criminal da Comarca de Olímpia, região noroeste do Estado, uma medida protetiva em favor de José Antônio Arantes, editor e dono da Folha da Região. O sobrado onde funciona a sede do jornal e abriga a casa do jornalista foi atacado por um bombeiro há quase dois meses. O funcionário público confessou ter ateado fogo à construção por discordar da linha editorial do veículo, que defende medidas de distanciamento social durante a pandemia.

No ofício enviado no dia 05.mai.2021, o promotor Rodrigo Pereira dos Reis pediu à Justiça que o bombeiro municipal Claudio José Azevedo de Assis, conhecido como Claudio Baía, não saia de casa à noite e seja proibido de se aproximar do jornalista e da família. “A medida protetiva, se aprovada, não protege a nossa integridade física, mas é um sinal de esperança”, afirmou José Antônio Arantes."

Leia o artigo original

Mais artigos