texas-moody

Organização que representa jornalista venezuelano Luis Carlos Díaz exige arquivamento de seu caso

“O Espacio Público exige mais uma vez, dois anos e sete meses após a detenção arbitrária de Luis Carlos Díaz, a extinção do processo contra o jornalista e defensor dos direitos humanos, que continua em processo judicial apesar da falta de provas contra ele e sem que o Ministério Público Escritório tenha entregue o ato conclusivo de sua investigação.

Segundo o desembargador Yislent Infante Medina, o Ministério Público tinha até 9 de dezembro de 2020 para entregar a ata final, um ano a mais do que o estipulado por lei para a investigação. No entanto, com a quarentena devido à pandemia de Covid-19, os lapsos de procedimento tornaram-se comuns. Em novembro de 2021, quase dois anos depois, o Estado ainda está em dívida com o processo, não respondeu aos pedidos de defesa e não há justiça para Díaz ”.

Leia o artigo original (Espanhol)

More Articles