texas-moody

Presidente peruano ameaça remover publicidade estatal da mídia que 'representa falsamente a realidade'

“Da [região de] Huancavelica, o presidente [peruano] Pedro Castillo questionou severamente alguns meios de comunicação que - segundo ele - 'distorcem a realidade' por terem informado que em sua visita nesta segunda-feira [22 de novembro] a Arequipa, um grupo de pessoas estava pedindo sua destituição do cargo.

Castillo alertou que seu governo não dará 'um centavo' à mídia que desinformar sobre sua gestão.

O diretor executivo do Instituto de Imprensa e Sociedade (IPYS), Ricardo Uceda, criticou as manifestações do presidente. 'O presidente tem todo o direito de criticar a mídia. Estes, por sua vez, podem relatar o que é bom ou ruim, e até mesmo ser processados ​​de acordo com a lei por sua falta de veracidade. Mas o presidente não pode usar dinheiro público com base em suas preferências.'" 

Ler o artigo completo (em espanhol)

Mais artigos