texas-moody

Katherine Pennacchio

Katherine Pennacchio is a Venezuelan journalist living in Spain. She has developed her career as part of media and non-governmental organizations. She co-founded Vendata.org, an innovative project for the liberation of information and publication of open data in Venezuela. She was also part of the team of the investigative journalism site, Armando.info, and of Runrun.es, where she participated in large-scale investigations such as the Panama Papers. Katherine has a master's degree in Investigative, Data and Visualization Journalism from the Editorial Unit and the Rey Juan Carlos University of Madrid and she is passionate about data analytics. She currently works as a freelancer and is part of the Association of Investigative Journalists of Spain.
______

Katherine Pennacchio es una periodista venezolana viviendo en España. Ella ha desarrollado su trayectoria entre medios de comunicación y organizaciones no gubernamentales. Co-fundó Vendata.org, un proyecto innovador de liberación de información y publicación de datos abiertos en Venezuela. También fue parte del equipo del portal especializado en periodismo de investigación, Armando.info y de Runrun.es, donde participó en investigaciones de envergadura como los Papeles de Panamá. Katherine tiene una maestría en Periodismo de Investigación, Datos y Visualización de la Unidad Editorial y la Universidad Rey Juan Carlos de Madrid y es una apasionada del análisis de datos. Actualmente trabaja como independiente y es parte de la Asociación de Periodistas de Investigación de España.

Artigos recentes

an ilustration

Na Venezuela, grupo cria coalizão de fact-cheking para mostrar como a desinformação opera no país

Na Venezuela existe um clima favorável à desinformação e o governo tem aproveitado o alcance nas redes sociais para espalhar informações falsas. Por isso, um grupo de meios de comunicação e de organizações de defesa de direitos digitais criou a C-Informa, uma coalizão de fact-checking que busca produzir conteúdo informativo para mostrar como a desinformação opera no país.

someone typing in a laptop and different images of numbers and graphics

Várias preocupações e busca de diversificação de receita: previsões do Instituto Reuters para o jornalismo em 2023

O relatório “Journalism, Media and Technology: Trends and Predictions for 2023” (“Jornalismo, Mídia e Tecnologia: Tendências e Previsões para 2023”), publicado pelo Instituto Reuters para o Estudo do Jornalismo, lança luz sobre o que a indústria jornalística pode esperar em 2023. A preocupação com a sustentabilidade de alguns meios de comunicação também aumenta, assim como os desafios para inovar.

a group of people giving a speech in a conference

Conferências, festivais e simpósios: espaços de encontro em 2023 para jornalistas latino-americanos

No jornalismo, a participação e a colaboração são essenciais. Por isso, a LatAm Journalism Review (LJR) fez uma lista dos eventos mais importantes para jornalistas latino-americanos que acontecerão em 2023. Buenos Aires, Bogotá, Quito e Cidade do México são algumas das sedes esperadas.

5 questions banner with a picture of a woman with curly hair wearing a red blazer

'Bom jornalismo é um bom negócio': 5 perguntas para a jornalista venezuelana Tamoa Calzadilla

Seja lutando contra a censura na Venezuela ou como uma das principais promotoras do fact-checking em espanhol nos EUA, Tamoa Calzadilla sempre coloca o jornalismo em primeiro lugar. LJR conversou com a jornalista que foi recentemente eleita pela revista Forbes como uma das 100 pessoas mais criativas do mundo dos negócios. Ela falou sobre esse reconhecimento e sobre o futuro do fact-checking.

a padlock and in the background an image related to technology

GIJN lança ferramenta de avaliação de segurança jornalistas latino-americanos

A Global Investigative Journalism Network (GIJN) trabalhou com uma equipe de especialistas da Fundação Ford para desenvolver a Ferramenta de Avaliação de Segurança para Jornalistas (JSAT), que fornece um diagnóstico online das estratégias de segurança física e cibernética de uma organização, com recomendações sobre como melhorá-las. A rede lançou recentemente uma versão do JSAT em espanhol para colegas da América Latina.

An APP logo and a gray-haired man wearing glasses and a checkered shirt

Editora Dahbar recebe prêmio da Association of American Publishers 'defesa da liberdade de expressão' na Venezuela

Em 30 de novembro, a Association of American Publishers concedeu o Prêmio Internacional de Liberdade de Publicação 2022/Jeri Laber à Editorial Dahbar. A LJR conversou com seu fundador, Sergio Dahbar, sobre sua carreira e os desafios que a indústria jornalística e editorial na Venezuela tem enfrentado.

someone holding a climate change puzzle piece

Banco de Dados do Clima do Sul Global busca diversificar as vozes de especialistas sobre mudanças climáticas na mídia

A Base de Dados Climáticos do Sul Global, uma ferramenta de Carbon Brief e da Red de Periodismo Climático de Oxford, está no ar desde 31 de outubro. O banco de dados busca ajudar os jornalistas em seu trabalho de diversificar as vozes especialistas sobre mudanças climáticas nos meios de comunicação.

a newspaper with the phrase fake news

Jornalistas das Américas usam colaboração como arma contra desinformação

A série de aulas magnas 'Disarming desinformation" ocorreu nos dias 17 e 18 de novembro. Craig Silverman (Propublica), Patrícia Campos Mello (Folha de S. Paulo), Claire Wardle (Universidade Brown) e Giannina Segnini (Universidade Columbia) formaram o "dream team" dos instrutores. A LatAm Journalism Review (LJR) participou das aulas e apresenta um resumo dos pontos mais importantes.

sound waves and a map from Venezuela in the backgroud

Fechamento de estações de rádio enfraquece as condições para o exercício do jornalismo na Venezuela

A Venezuela tem sido submetida a um desmantelamento de seu ecossistema de mídia nas últimas décadas. Durante 2022, pelo menos 95 estações de rádio foram fechadas no país, sendo o estado de Zulia o mais afetado. Estes fechamentos estão prejudicando seriamente o direito dos cidadãos de saber e as condições para o exercício do jornalismo.

someone scrolling through social media

Violência nas redes sociais está mudando práticas pessoais e profissionais dos jornalistas, diz estudo

Os pesquisadores Summer Harlow, Ryan Wallace e Lourdes Cueva Chacón publicaram em 7 de outubro a pesquisa intitulada "A (in)segurança digital na América Latina: As dimensões da violência nas redes sociais contra a imprensa e as estratégias de enfrentamento dos jornalistas". O estudo revela que a violência nas redes sociais deve ser levada tão a sério quanto a violência física ou offline.