texas-moody

Katherine Pennacchio

Katherine Pennacchio is a Venezuelan journalist living in Spain. She has developed her career as part of media and non-governmental organizations. She co-founded Vendata.org, an innovative project for the liberation of information and publication of open data in Venezuela. She was also part of the team of the investigative journalism site, Armando.info, and of Runrun.es, where she participated in large-scale investigations such as the Panama Papers. Katherine has a master's degree in Investigative, Data and Visualization Journalism from the Editorial Unit and the Rey Juan Carlos University of Madrid. She currently works as a freelancer and is part of the Association of Investigative Journalists of Spain.
______________

Katherine Pennacchio es una periodista venezolana viviendo en España. Ella ha desarrollado su trayectoria entre medios de comunicación y organizaciones no gubernamentales. Co-fundó Vendata.org, un proyecto innovador de liberación de información y publicación de datos abiertos en Venezuela. También fue parte del equipo del portal especializado en periodismo de investigación, Armando.info y de Runrun.es, donde participó en investigaciones de envergadura como los Papeles de Panamá. Katherine tiene una maestría en Periodismo de Investigación, Datos y Visualización de la Unidad Editorial y la Universidad Rey Juan Carlos de Madrid. Actualmente trabaja como independiente y es parte de la Asociación de Periodistas de Investigación de España.

Artigos recentes

Artificial Intelligence Graphic

Uso de inteligência artificial por meios de comunicação na América Latina ainda é escasso, segundo relatório

Embora o potencial da IA ​​seja amplo, e a região esteja ávida por conhecimento sobre o assunto, sua implementação é escassa, diz relatório do Centro Latinoamericano de Investigación Periodística (CLIP), International Media Support (IMS) e The Fix

Featured WhatsApp forochat

Meios venezuelanos recorrem a 'forochats' para manter interação com o público e apoiá-lo durante a pandemia

Na Venezuela, devido à oferta precária de Internet e, mais recentemente, à chegada da pandemia COVID-19, os forochats tornaram-se uma forma de continuar informando os leitores, apoiar comunidades carentes e encontrar formas inovadoras de obter financiamento.

Featured Image News in English-2

Meios latino-americanos buscam influenciar debate público e atrair audiência dos EUA traduzindo seu conteúdo para o inglês

Nos últimos anos, vários meios digitais na América Latina, do México ao Chile, decidiram traduzir e criar conteúdo em inglês como forma de atingir novos públicos e, assim, aumentar seus lucros. Embora nem sempre seja fácil.

Featured Image Serendipia

Meio digital mexicano Serendipia trabalha para equilibrar jornalismo de dados em profundidade e criação de conteúdo para redes sociais

Serendipia, um pequeno veículo de Puebla, no México, está usando o YouTube e TikTok para divulgar o jornalismo de dados e promover o acesso à informação aos leitores.

Featured Image Infotrición-2

Infotrición leva trabalho de 15 organizações de fact-checking para navegadores web na tentativa de acabar com a desinformação

Infotrición é uma extensão de navegador com a qual é possível identificar e denunciar páginas que divulgam desinformação na internet.

Venezuelan flag in Boca

Jornalismo venezuelano reconfigura sua cobertura de imigração por meio de projetos nascidos de e para migrantes

Eles fazem parte dos 5,4 milhões de refugiados e emigrantes da Venezuela em todo o mundo. Mas, também são contadores de histórias e encontraram formas de criar projetos jornalísticos em seus países de acolhimento para integrar, treinar e fornecer informação de qualidade a quem está em processo de migração.

Featured Image Investigation

Jornalistas latino-americanos usam colaboração e tecnologia para denunciar corrupção e reconquistar confiança dos leitores

Colaboração e reportagem em rede poderiam resumir os quatro dias do Primeiro Encontro Latino-Americano de Jornalismo para Investigar a Corrupção sob diferentes pontos de vista (ELPIC, por sua sigla em espanhol). Um evento virtual que reuniu jornalistas da América Latina e do mundo, colocou os tentáculos globais da corrupção sob a lupa.

Fire in 2010 at El Ávila Mountain in Caracas, Venezuela

Revista digital venezuelana analisa 20 anos de dados sobre incêndios em áreas protegidas, apesar da opacidade do governo

Apesar da falta de um sistema público de monitoramento de incêndios no país, jornalistas do site venezuelano Prodavinci criaram um projeto que mapeia duas décadas de incêndios em áreas protegidas do país. Eles usaram dados de satélite e trabalharam com acadêmicos para este projeto de jornalismo de dados.