texas-moody

Autoridades mexicanas oferecem recompensa por informações sobre assassino de jornalista

O governo do estado mexicano de Veracruz ofereceu uma recompensa de pouco mais de 250 mil dólares por informações sobre o paradeiro do assassino do jornalista Miguel Ángel López, informou o El Universal.

López foi morto junto com a família no dia 20 de junho de 2011. Segundo o procurador Reynaldo Escobar Pérez, o responsável pelo crime seria Juan Carlos Carranza Saavedra, de 33 anos, que acumula acusações de vandalismo, roubo e assassinatos, explicou o procurador.

Não é a primeira vez que autoridades mexicanas estabelecem uma recompensa por informações sobre assassinos de jornalistas. Em maio de 2009, a Procuradoria Geral da República (PGR) ofereceu cerca de 380 mil dólares por informações sobre os responsáveis pela morte de Eliseo Barrón, do diário La Opinión de Torreón, em Coahuila. Barrón apareceu morto após ser sequestrado no estado de Durango, no Norte do México.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

More Articles