texas-moody

Facebook e Twitter, aliados do jornalismo mexicano em tempos de violência

  • Por Guest
  • 18 abril, 2011

Por Kowanin Silva, chefe de informação do jornal Vanguardia de Saltillo (Coahuila, México).

A violência em Saltillo aumentou nos últimos meses, gerando novas situações de risco nas quais as redes sociais têm servido como válvulas de escape - diante do silêncio imposto pelos criminosos. Não é uma alternativa desejável, mas, diante da falta de garantias para o exercício do jornalismo em Coahuila [México], não houve remédio.

Vanguardia, cuja comunidade no Facebook tem 30 mil usuários, além de mais de 12 mil seguidores no Twitter @vanguardiamx), começou a pressionar as autoridades por meio de tweets publicamente dirigidos a governantes e à promotoria, para que a informação oficial circule de forma oportuna. A comunidade nos pedia informação, então exigíamos das autoridades relatórios formais, para poder reproduzi-los e evitar rumores.

A resposta foi interessante: a polícia municipal de Saltillo abriu uma conta no Twitter e as autoridades estatais divulgaram seus perfis entre os cidadãos, o que nos permitiu, na medida do possível, informar em tempo real sobre o que acontece na cidade, embora, muitas vezes, isso não se reflita na edição impressa do dia seguinte, por causa de um risco latente.

Por meio de alguns editoriais, temos explicado para os leitores a situação de risco enfrentada pelo jornal. Alguns deles discordam, outros se solidarizam. O importante é que saibam que estamos fazendo um esforço para sair desse vazio informativo.

Prova disso é que estamos abordando a violência com uma visão social e de investigação. A experiência é a de que essas publicações são mais úteis para o leitor do que os frios números de um tiroteio. Esse é o desafio que assumimos enquanto nossa situação de risco se mantiver: contar o que estamos vivendo com criatividade, análise e fiscalização. De contar histórias de crianças viciadas em drogas a mostrar que, em Coahuila, a diferença entre o gasto previsto com segurança e o efetivamente realizado é a maior do país.

Vanguardia é um dos jornais mais importantes do estado de Coahuila, no Norte do México. Assim como Tamaulipas, Coahuila é um dos estado na fronteira com os Estados Unidos onde há um "apagão informativo", por causa das ameaças dos criminosos a jornalistas e veículos de imprensa. No entanto, algumas tentativas de dar fim a esse vazio informativo passam pelo uso de novas tecnologias e redes sociais como o Facebook e o Twitter.

Clipped from: twitter.com (share this clip)


Other Related Headlines:
» Centro Knight (Jornalismo nos tempos do tráfico de drogas: ameaças, violência e censura)

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos