texas-moody

Jornalista colombiano Daniel Coronell é nomeado vice-presidente da TV americana Univisión

O jornalista colombiano Daniel Coronell, que manteve uma relação conturbada com o ex-presidente Álvaro Uribe, foi nomeado vice-presidente de notícias da emissora de TV americana Univisión, informaram a agência de notícias EFE e o Vanguardia.

Coronell, jornalista premiado e com mais de 20 anos de experiência em TV, atuava até então como diretor do Noticias Uno, um telejornal nacional transmitido pelo Canal Uno da Colômbia. Sua missão na Univisión será melhorar o nível da informação sobre a comunidade hispânica nos Estados Unidos, por meio do fortalecimiento do jornalismo investigativo, da cobertura política e da integração com os novos meios digitais, segundo o presidente de notícias da Univisión, o também colombiano Isaac Lee.

Coronell passou a ter uma relação tensa com Uribe após denunciar uma série de ilegalidades envolvendo inclusive membros da família do ex-presidente colombiano, informou a RCN La Radio. Em 2005, ele se exilou nos Estados Unidos, depois de sofrer ameaças de morte, embora tenha voltado para a Colômbia em meados de 2007, relata o Caracol. Em 2010, Coronell foi citado na lista de cinco jornalistas espionados, ameaçados ou difamados pelo serviço de inteligência colombiano (DAS) entre 2003 e 2008, segundo o relatório “Espionagem contra jornalistas: A Justiça tem a palavra”, da Fundação para a Liberdade de Imprensa (FLIP).

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

More Articles