texas-moody

No Colóquio pós-ISOJ 2020, jornalistas ibero-americanos discutem inovação, inclusão e resiliência em meio à hostilidade de governos

Desde 2008, o Colóquio Ibero-Americano de Jornalismo Digital tem sido uma conferência em espanhol que se realiza anualmente na Universidade do Texas em Austin, um dia após o Simpósio Internacional de Jornalismo Online (ISOJ). Geralmente reúne de 100 a 125 jornalistas, executivos de mídia e acadêmicos da América Latina, Espanha e Portugal, que viajam a Austin para participar do ISOJ.

Coloquio online

Colóquio Ibero-Americano de Jornalismo Digital aconteceu online

Em 2020, como o ISOJ teve que se transformar em uma conferência totalmente online devido à pandemia, o mesmo aconteceu com o Colóquio Ibero-Americano de Jornalismo Digital. O Colóquio foi realizado pelo Zoom, com transmissão ao vivo também pelo canal do Knight Center no YouTube. Seguindo a tradição, o evento aconteceu no dia seguinte ao ISOJ, no sábado, 25 de julho, das 9h às 14h (Horário Central dos EUA).

Clique aqui para ver a programação do 13º Colóquio Ibero-americano e clique aqui para assistir ao vídeo do Colóquio, com duração de cinco horas, no YouTube.

“Foi uma decisão de última hora porque não tínhamos certeza se teríamos capacidade para organizar o maior ISOJ dos seus 21 anos de história e o Colóquio na mesma semana, mas nós conseguimos fazer isso em grande estilo”, disse o professor Rosental Alves, fundador e diretor do Centro Knight para o Jornalismo nas Américas. “Organizamos o melhor Colóquio de todos os tempos, com um programa forte que incluiu palestrantes incríveis da Espanha, Portugal, Brasil, México, Colômbia, Cuba, Nicarágua, El Salvador, Uruguai, Argentina, Chile e outros países.”

A participação no Colóquio bateu um recorde. A versão online do Colóquio teve 751 participantes no Zoom e uma audiência ainda maior no canal do YouTube, que no início de agosto já acumulava mais de 2.000 visualizações.

Se você perdeu a transmissão ao vivo do Colóquio, pode assistir o evento agora no YouTube e ler as histórias preparadas pela equipe da LatAm Journalism Review:

Esta nota foi originalmente escrita em Inglês e foi traduzida por Marina Estarque

Mais artigos