texas-moody

No Uruguai, polícia abre investigação interna para apurar caso de violência contra jornalista

A polícia da cidade de Salto, segunda maior do Uruguai, abriu uma investigação administrativa interna nesta quinta-feira, 19 de janeiro, para determinar responsabilidades no caso de agressão ao repórter do jornal El Pueblo Luis Díaz, segundo informa a própria publicação.

Díaz, que estava em um estádio de futebol para cobrir uma partida do campeonato local, flagrou um policial carregando uma mulher à força e registrou a cena com sua câmera fotográfica. Ao perceber a situação, o agente ameaçou prender o jornalista e tomar seu equipamento, além de proibir o profissional de entrar no estádio, impedindo-o de realizar o seu trabalho, de acordo com outra matéria do El Pueblo.

O jornalista apresentou uma denúncia na Polícia de Salto, o que motivou o início da investigação administrativa. A Associação da Imprensa Uruguaia repudiou o ato de violência e a censura ao trabalho jornalístico.

Mais artigos