texas-moody

Procuradoria-Geral do México nega acesso de jornalistas a suas delegações estaduais

  • Por Guest
  • 14 março, 2013
Por Alejandro Martínez

A Procuradoria-Geral da República do México — órgão encarregado de investigar crime federais, como o tráfico de drogas e armas — começou a impedir o acesso de jornalistas as suas instalações nos estados, informou a revista Proceso.

A medida entrou em vigor no dia 1 de março e também proíbe que os membros das equipes nos estados falem com jornalistas, acrescentou o Reforma.

“A orientação da PGR é a de que informações oficiais e entrevistas com funcionários federais sejam solicitadas por escrito aos escritórios centrais da Diretoria de Comunicação Social”, destacou a Proceso.

Outras preocupações surgiram sobre a relação da PGR com a imprensa. Em seu último relatório sobre o México, a Sociedade Interamericana de Imprensa destacou que a PGR só deu prosseguimento a sete dos 47 casos de violência contra jornalistas desde junho de 2012.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos