texas-moody

Projeto de lei pretende tornar obrigatório seguro de vida para jornalista brasileiro em atividade de risco no Brasil

Uma proposta em trâmite na Câmara dos Deputados pretende obrigar as empresas jornalísticas a contratar seguro de vida para jornalistas transferidos para áreas de conflito, com cobertura relativa a riscos de morte e invalidez, , informa a Agência Câmara.

De autoria do deputado Sandes Júnior (PP-GO), o Projeto de Lei 239/11 prevê apólice de quase meio milhão de reais para assegurar ajuda financeira aos familiares dos profissionais em caso de acidente. Segundo a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj), outras iniciativas semelhantes já circularam entre parlamentares, mas sem êxito.

O diretor Executivo da Associação Nacional dos Jornais (ANJ), Ricardo Pedreira, afirmou achar a proposta meritória, mas desnecessária, porque já é uma prática, nas convenções coletivas entre empresas e sindicatos, a realização de seguros, de acordo com a Rádio Câmara.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos