texas-moody

Repórter é presa acusada de colaborar com traficantes em troca de matérias no Paraná

  • By Guest
  • 7 January, 2011

Por Maira Magro

repórter Maritânia Forlin, de 28 anos, foi presa em sua casa em Campo Mourão, no centro-oeste do Paraná, acusada de repassar informações policiais a traficantes em troca de matérias exclusivas, informou a RPC TV.

Maritânia usaria seu cargo de repórter para colher informações com a polícia e repassá-las aos traficantes, em troca de revelações sobre os crimes que iriam cometer, explica o Jornal de Londrina. Numa gravação telefônica divulgada pela polícia, relatada pelo Globo, a repórter teria inclusive questionado se um dos membros da quadrilha não iria cometer um homicídio: “Faz dias que não dá homicídio. A cidade está muito parada”, ela teria dito. A polícia também diz que a jornalista era amante de um líder da quadrilha, que também foi preso.

Maritânia, que nega qualquer participação no caso, trabalhava para a Rede Independência de Comunicação (RIC), afiliada da Rede Record no Paraná. Em nota à imprensa, a rede informou que a repórter era contratada por uma produtora terceirizada e foi demitida há três meses, por remanejamento de equipe, noticiaram os jornais.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

More Articles