texas-moody

Suspeito de matar jornalista em 2009 é preso no México

Policiais do estado mexicano de Sinaloa confirmaram, no domingo 28 de agosto de 2011, a prisão de um suspeito do assassinato do jornalista José Luis Romero, do programa de rádio Línea Directa, em dezembro de 2009, informou o jornal Noroeste.

Gilberto Plascencia Beltrán, conhecido como “El Negro”, seria integrante da facção criminosa Los Mazatlecos, acrescentou o Línea Directa. Ele afirmou ser traficante de drogas e revelou nomes de supostos responsáveis pelo sequestro e morte de Romero, na cidade de Los Mochis, em Sinaloa, em 30 de dezembro de 2009.

No entanto, a Associação de Jornalistas de Sinaloa exigiu provas da participação do suspeito no crime e questionou se a polícia não estaria apenas reagindo à pressão pelo esclarecimento de crimes contra jornalistas. “Tomara que não seja uma estratégia para calar os jornalistas”, disse Juan Manuel Partida, diretor da Associação de Jornalistas de Sinaloa, ao jornal Debate. A entidade também faz pressão para que as autoridades esclareçam o assassinato do jornalista Humberto Millán, ocorrido em Culiacán no dia 24 de agosto de 2011.

Mais artigos