texas-moody

VÍDEO: Site de notícias on-line da Guatemala representa tendência de jornalismo independente e de profundidade

O site de notícias on-line Plaza Pública (Praça Pública), criado no início de 2011 para levar um jornalismo "mais independente e menos superficial" à Guatemala, é voltado para explorar as relações entre poder e economia e entre economia, poder e crime organizado -- e investigar temas desconfortáveis para o poder, disse Martín Rodríguez Pellecer, diretor e fundador do site, durante uma entrevista ao Centro Knight para o Jornalismo nas Américas.

Rodríguez, um dos panelistas do 10o Fórum Austin de Jornalismo nas Américas realizado na Universidade do Texas em Austin em maio, disse que a mídia convencional na Guatemala avançou bastante nos últimos 25 anos, perdendo o medo de investigar autoridades do governamentais e militares. No entanto, a mídia convencional é mais relutante para cumprir seu papel de fiscalizadora quando se trata de investigar empresários e outras elites. Além disso, essa mídia tornou-se "instituições de poder", sem oferecer o tipo de jornalismo que a democracia precisa, e indo para longe do objetivo do jornalismo, que é a "busca pela verdade". E é aí, disse ele, onde o Plaza Pública, com suas reportagens investigativas, encontrou seu nicho.

"Tentamos realizar um jornalismo rigoroso (...), entendendo que o interesse público não termina no Congresso ou no Parlamento", disse ele. Acrecentando que seus leitores tendem a ter maior escolaridade, Rodríguez disse que "em vez de dizer a eles o que pensar, o que tentamos é fazê-los questionar".

Esse tipo de jornalismo independente é em parte possível graças à plataforma do Plaza Pública's online ser on-line, e não impressa, disse Rodríguez. Custos de operação menores implicam e mais dinheiro para ser gasto em investigações, notou ele, acrescentando que o Plaza Pública é parte de uma tendência internacional de sites de notícia on-line, independentes e que não se restringem aos mesmos limites aplicados à mídia tradicional e convencional. Outros sites semelhantes incluem o espanhol Público, o salvadorenho El Faro (O Farol) e vários sites de notícias independentes na Colômbia, como o La Silla Vacía (A Cadeira Vazia) e VerdadAbierta.

A visão de um jornalismo independente mais rigoroso e aprofundado "não cabe mais na mídia convencional", disse Rodríguez.

Veja a entrevista do Centro Knight com Rodríguez, em espanhol, abaixo.

More Articles