texas-moody

Associação Nacional de Jornalistas registrou 355 ataques à imprensa venezuelana em 2020

“A Associação Nacional de Jornalistas [Colegio Nacional de Periodistas da Venezuela], seção Caracas, registrou 355 ataques à imprensa em 2020, incluindo 61 detenções arbitrárias e o bloqueio de 15 páginas da web.

[...]

O CNP indicou que ocorreram 51 agressões físicas, 34 ameaças, 23 casos de material apagado, 6 apreensões de equipamentos, 4 apreensões de equipamentos de jornalistas, 8 rádios fechadas, 3 furtos de documentos pessoais e 44 assédios. "

Ler o artigo original (Espanhol)

Mais artigos