texas-moody

Mais um condenado pela morte de Tim Lopes foge da prisão pela porta da frente

  • Por Guest
  • 25 Maio, 2010

Por Maira Magro

Ângelo Ferreira da Silva é o segundo condenado pela morte do jornalista Tim Lopes a deixar um presídio para cumprir pena em regime semiaberto e não voltar, informou o G1. Tim Lopes foi assassinado por traficantes em 2002, depois de ser capturado enquanto apurava uma reportagem sobre tráfico de drogas e sexo em bailes funk, na Vila Cruzeiro, zona norte do Rio de Janeiro.

Segundo O Globo, Silva está foragido há quase quatro meses: no dia 7 de fevereiro, saiu do presídio Vicente Piragibe, em Bangu, supostamente para trabalhar, depois de conseguir a progressão de regime – um benefício que pode ser concedido a presos que já cumpriram um sexto da pena. Silva foi condenado a 15 anos de prisão.

Em julho de 2007, Elizeu Ferreira de Souza, condenado a 23 anos e seis meses pela morte do jornalista, também usou o benefício para fugir.

“A sociedade recebe com muita preocupação essa condescendência com esses criminosos porque isso constitui uma forma de estímulo à prática de crimes da mesma natureza e do mesmo horror”, afirmou Maurício Azedo, presidente da Associação Brasileira de Imprensa, ao G1.

Segundo o site, outros três envolvidos no crime permanecem em regime fechado, enquanto dois já poderiam cumprir pena em regime semiaberto, dependendo de avaliação pela Justiça.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos