texas-moody

Policiais agridem jornalistas que cobriam manifestação em cidade mexicana considerada a mais violenta do mundo

Fotógrafos e repórteres foram agredidos por agentes da polícia municipal durante a cobertura de uma manifestação do grupo "Indignados" de Ciudad Juárez, cidade mexicana que faz fronteira com o Texas, informou El Diario.

fotógrafo Christian Torres, do El Diario de Ciudad Juárez, foi hospitalizado após ser golpeado na cabeça e no rosto, mas os médicos informaram que ele não corre perigo, segundo uma entrevista que Torres concedeu à Rádio Fórmula.

Os manifestantes buscavam colocar mais de 9 mil cruzes de papel em postes, monumentos e fachadas do município para denunciar os homicídios registrados na localidade mais violenta do mundo, explicou o jornal El Diario.

Os manifestantes espalhavam as cruzes quando a polícia chegou para impedi-los de forma violenta enquanto apontavam armas de alto calibre contra repórteres e fotógrafos para evitar que registrassem imagens das agressões, segundo o site Animal Político.

Mais artigos