texas-moody

Repórter recebe ameaças por celular durante entrevista com prefeito mexicano

Um repórter mexicano do jornal Noroeste recebeu ameaças anônimas por celular, informou a organização IFEX.

Luis Peraza Ibarra, correspondente no município de Concordia, no estado de Sinaloa, recebeu a ameaça enquanto entrevistava o prefeito local José Eligio Medina Ríos, em 6 de dezembro, de acordo com Noroeste. O jornalista cobre temas políticos e municipais, mas não costuma abordar assuntos relacionados a segurança pública ou crime organizado, de acordo com a publicação.

Peraza, de 23 anos e que iniciou o trabalho como repórter há apenas alguns meses, suspeita que as ameaças estejam relacionadas com a construção de estradas perto da propriedade do prefeito, de acordo com a ONG Artigo 19.

À ameaça contra o repórter se soma outros ataques contra o jornal Noroeste. O mais grave ocorreu no dia 1º de setembro de 2010, quando um comando criminoso atacou a sede do jornal horas depois do periódico receber uma ameaça de bomba. Em 2 de julho, um corpo foi abandonado em frente ao edifício do jornal na cidade portuária de Mazatlán.

Mais artigos