texas-moody

Liberdade de Imprensa

Gustavo Gorriti

'O jornalismo deve lutar para que a democracia sobreviva', afirma jornalista peruano Gustavo Gorriti

O jornalista peruano Gustavo Gorriti enfrenta atualmente uma investigação do Ministério Público por suposto crime de "suborno ativ", na qual suas comunicações foram solicitadas. Várias organizações caracterizaram o caso como uma represália por seu trabalho jornalístico. Gorriti falou com a LJR sobre esta investigação contra ele, sua resposta aos ataques e até as lições que todo esse processo lhe deixou.

Featured photo of José Rubén Zamora

Tribunal da Guatemala concede prisão domiciliar a José Ruben Zamora; ele permanecerá na prisão por caso pendente

O Nono Tribunal de Sentença Criminal da Guatemala concedeu, em 15 de maio, uma medida substitutiva de prisão domiciliar, sem vigilância, ao jornalista José Rubén Zamora, informaram meios guatemaltecos. No entanto, o fundador do elPeriódico continua na prisão devido a outro processo contra ele.

A photographer wearing a press vest photographs a protest.

Como proteger o bem-estar e a segurança da redação em um ambiente hostil? Editores da América Central contam suas estratégias

Diretores de El Faro (El Salvador) e Confidencial (Nicarágua) enfatizaram que a avaliação de riscos, a confiança total entre editores e repórteres, a proteção legal e o apoio psicológico são elementos fundamentais para preservar o bem-estar e a segurança de suas equipes em ambientes de assédio, ameaças e criminalização.

Cabot prizes medal

Conselho do Prêmio Maria Moors Cabot condena criminalização do jornalismo independente na América Latina

O conselho diretor do Prêmio Maria Moors Cabot, o mais antigo prêmio internacional de jornalismo do mundo, alertou sobre os casos de perseguição contra Gustavo Gorriti, do Peru, José Rubén Zamora, da Guatemala, e a equipe da organização venezuelana de jornalismo investigativo Armando.info.

graphics of a press batch and a judge and Paraguay map in the background

Jornalistas paraguaios sofrem criminalização judicial e ameaças por seu trabalho

A Sociedade Interamericana de Imprensa (SIP), em seu relatório de meio de ano sobre a situação da liberdade de imprensa nas Américas, alertou sobre a criminalização judicial e as ameaças a jornalistas no Paraguai. A LJR conversou com jornalistas do país que foram ameaçados por estarem fazendo seu trabalho.

Dia Mundial da Liberdade de Imprensa joga luz sobre segurança de jornalistas ambientais: mais de 70% dos entrevistados foram atacados

A ligação entre a liberdade de imprensa e os desafios enfrentados pelo planeta, incluindo a mudança climática, é o tema do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa deste ano. Sob o lema "Uma imprensa para o planeta: O jornalismo diante da crise ambiental", neste 3 de maio acontecem discussões sobre como garantir o exercício jornalístico de profissionais que cobrem temas socioambientais, assim como estratégias para enfrentar a desinformação e o negacionismo da mudança climática.

Shirt with phrase no journalist criminalization

Apesar de sinais positivos de novo presidente, ameaças, violência e criminalização da imprensa persistem na Guatemala

Durante o primeiro trimestre de 2024, o Observatório de Jornalistas da Guatemala registrou 22 ataques e restrições à imprensa no país. Embora haja uma pequena melhoria em comparação com o mesmo período do ano anterior, organizações e jornalistas guatemaltecos continuam preocupados com a criminalização da profissão.

Illustration depicting a bloody microphone entangled in a knot of barbed wire. (Photo: Courtesy CONNECTAS)

Do descrédito à censura: o que acontece quando o poder ataca a imprensa na América Latina

Com suas campanhas contra meios independentes, governos de vários países latino-americanos estão começando a ameaçar a liberdade de imprensa. O extremo de Nicolás Maduro e Daniel Ortega com bloqueios e fechamentos de meios de comunicação poderia ser replicado?

As 'mañaneras' de López Obrador no México, uma forma única de comunicação marcada por ataques à imprensa

As entrevistas coletivas matinais do presidente mexicano fazem parte de uma estratégia comunicacional reconhecida como "única" não apenas em seu país, mas também na região. E embora tenham surgido como uma promessa de melhorar a transparência e a comunicação, seus críticos as veem como espaços para atacar meios de comunicação, jornalistas e até mesmo para disseminar desinformação.

Costa Rica map and exile sign

Jornalistas exilados na Costa Rica enfrentam novos desafios à sua segurança e estabilidade econômica

Centenas de jornalistas centro-americanos se exilaram na Costa Rica por considerá-la um país seguro para o jornalismo. Mas a situação piorou com o declínio da liberdade de imprensa e dos padrões de segurança. Alguns exilados decidiram procurar outro lugar e abandonar o jornalismo.