texas-moody

Jornalista salvadorenho Carlos Dada é nomeado World Press Freedom Hero

"O IPI [International Press Institute] e o IMS [International Media Support] têm o orgulho de anunciar que a jornalista Shireen Abu Akleh, figura pioneira para mulheres na mídia no Oriente Médio e que foi morta enquanto fazia uma reportagem este ano, e o salvadorenho Carlos Dada, cofundador e diretor de El Faro, um dos mais proeminentes meios investigativos online dda América Latina, são os World Press Freedom Heroes [Heróis da Liberdade de Imprensa Mundial] deste ano.

O prêmio World Press Freedom Heroes homenageia os jornalistas que fizeram contribuições significativas para promover a liberdade de imprensa, particularmente enfrentando grandes riscos pessoais. Lançado pela IPI em 2000, o prêmio é agora concedido em parceria com a IMS. Entre os premiados no passado estão destacados jornalistas como Lydia Cacho, Mazen Darwish e Anna Politkovskaya.

[…]

Dada e sua equipe em El Faro, um dos primeiros meios de notícias digitais da região, ganharam reputação de jornalismo de investigação rigoroso e de alta qualidade, desvelando histórias importantes em El Salvador e países vizinhos apesar das contínuas ameaças do Estado salvadorenho e de organizações criminosas."

Leia o artigo original (em inglês)

Mais artigos