texas-moody

México: Polícia da cidade de Irapuato agride jornalista durante protesto contra feminicídios

“As organizações Frente pela Liberdade de Expressão e Protesto Social (FLEPS), Plataforma pela Paz e Justiça em Guanajuato e Comunicação e Informação da Mulher AC (CIMAC) condenaram o abuso de força e violência física por parte da polícia municipal de Irapuato, no estado de Guanajuato, contra mulheres jornalistas e manifestantes que protestavam no prédio da Câmara Municipal daquela cidade em 1º de maio, para exigir a erradicação e justiça dos casos de feminicídio e pessoas desaparecidas.

[…]

Uma jornalista (cujo nome não foi divulgado por questões de segurança) que cobria a manifestação foi vítima de agressões físicas por parte de uma policial municipal durante uma transmissão ao vivo. A repórter disse que a policial a agarrou violentamente pelo pescoço. Ao se identificar como jornalista, a policial a apertou com mais força até que ela a soltou. A agressão causou desconforto no pescoço da jornalista, que ela necessitou de atendimento médico.

Leia o artigo original (em espanhol)

Mais artigos