texas-moody

Venezuela: Casos de restrição de acesso a mídia durante as eleições de 21 de novembro

“A votação para prefeitos e governadores começou com reclamações da mídia e jornalistas cobrindo as eleições e presentes em centros de votação em toda a Venezuela.

O Espacio Público registrou um total de 27 casos que equivalem a 53 violações da liberdade de expressão em Aragua, Lara, Táchira, Mérida, Nueva Esparta, Sucre, Guárico, Portuguesa, Carabobo, Falcón, Bolívar, Caracas, Trujillo e Cojedes.

Intimidação, assédio e ataques foram os atos mais frequentes contra os trabalhadores da mídia em 21 de novembro. Membros do Plano da República da Venezuela e da Direção-Geral de Contra-espionagem Militar foram os funcionários que cometeram as maiores violações à liberdade de expressão”.

Leia a história original (em espanhol)

Mais artigos