texas-moody

Presidente da Guiana adia suspensão de canal de TV

presidente da Guiana, Bharrat Jagdeo, decidiu adiar para 1 de dezembro o início da suspensão de quatro meses da emissora de TV privada e de oposição CNS, em vez de 3 de outubro, informou a Repórteres Sem Fronteiras (RSF).

presidente havia ordenado a suspensão temporária do canal em setembro, argumentando que a TV incitava a intolerância religiosa.

Jagdeo também anunciou que as eleições presidenciais na Guyana serão realizadas em 28 de novembro. Assim sendo, a suspensão da emissora não coincidirá com o período de campanha. “Adiar a data não resolve o problema principal. Trata-se de um ato de censura, que foi decidido pessoalmente pelo presidente em represália aos comentários de um entrevistado em maio passado”, afirmou a RSF.

More Articles