texas-moody

Ministério Público boliviano cita jornalista para revelar origem de vídeo com imagens de suborno

  • By Guest
  • 19 January, 2011

Por Maira Magro

Ministério Público boliviano citou meios de comunicação para que expliquem a origem de um vídeo no qual uma testemunha-chave na investigação de um grupo separatista, supostamente envolvido em atividades terroristas, recebe dinheiro para fugir do país, informou o Jornadanet.

“Os que receberam esse vídeo, entendo que são alguns jornalistas, terão que dar as caras e declarar diante do Ministério Público como obtiveram o material”, afirmou o promotor Marcelo Soza, em citação do jornal La Razón.

Segundo o diário Los Tiempos, o jornalista John Arandia, apresentador de um programa na emissora Canena A, foi o primeiro convocado a revelar a origem do vídeo que mostra Ignacio Villa Vargas, conhecido como “El Viejo”, recebendo mais de US$ 30 mil de uma pessoa identificada pela imprensa como um ex-funcionário do governo. Villa Vargas é testemunha nas investigações judiciais sobre um grupo acusado de atividades terroristas, de organizar um exército separatista em Santa Cruz e supostamente planejar o assassinato do presidente Evo Morales, explica o Jornadanet. Segundo a Erbol, ele teria recebido dinheiro para fugir depois de delatar integrantes do grupo.

Organizações de jornalistas e meios de comunicação criticaram a convocação de jornalistas na investigação, apontando violações à liberdade de expressão, ao direito a informação e o sigilo da fonte.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

More Articles