texas-moody

Sede de organização de jornalistas na Venezuela é incendiada

  • Por Guest
  • 5 dezembro, 2012

Por Isabela Fraga

A sede do Colégio Nacional de Jornalistas (CNP, na sigla em Espanhol) do estado de Miranda, na Venezuela, foi incendiada por pessoas não identificadas na madrugada de sexta-feira, 30 de novembro, noticiou o site do Instituto Imprensa e Sociedade (IPYS) da Venezuela.

Segundo a secretária da instituição, Miriam Pacheco, o incêndio não deixou feridos nem causou danos graves à sede -- um computador, um colchão e outros bens foram queimados. "Tentaram incendiar a sala onde estavam os livros de registros e de contabilidade, mas acreditamos ser possível recuperar as informações", disse Pacheco ao site Noticias de Aqui.

A secretária do CNP Miranda também afirmou ser possível que os responsáveis pelo incêndio tivessem a chave do lugar, uma vez que não havia indícios de arrombamento. O incêndio não foi mair grave, segundo Pacheco, porque os responsáveis fecharam as portas da sala, e o fogo se apagou por falta de oxigênio, noticiou o jornal Notitarde.

Nota do editor: Essa história foi publicada originalmente no blog de jornalismo nas Américas do Centro Knight, o predecessor do LatAm Journalism Review.

Mais artigos