texas-moody

El País relembra jornalistas que morreram de forma violenta no México em 2021

"Em 2021, nove jornalistas foram assassinados no México. Esse número classifica o país como o mais mortífero do mundo para a imprensa, segundo o Comitê para a Proteção dos Jornalistas (CPJ).

[...] Em 2021 foi o sexto país com mais crimes não resolvidos; os cinco à frente estão em guerra. 'A conclusão após três anos do governo López Obrador é que não só ele não conseguiu resolver as dezenas de assassinatos de jornalistas, defensores e ativistas, mas pouco fez para evitá-los', diz Jan-Albert Hoosten, representante do CPJ no México.

Não há sentenças ou julgamentos para os nove assassinatos, e em apenas dois casos há detidos. O EL PAÍS conversou com familiares, amigos, colegas e promotores sobre os nove repórteres. Estas são as suas histórias."

Leia o artigo completo

Mais artigos