texas-moody

Júlio Lubianco

Júlio Lubianco studied journalism at Universidade Federal Fluminense (UFF). He began his career on the local desk at Jornal do Brasil, in 2003. He was a reporter, assignment editor and managing editor at Rádio CBN. He has a Master’s degree in media and communication from the London School of Economics (LSE), with a scholarship from the Journalists of Vision program. He is a professor of journalism at PUC-Rio. He won the Imprensa Embratel award in 2007, the Alexandre Adler award in 2008, and is a two-time winner of the Tim Lopes Award for Investigative Journalism, in 2009 and 2014.

Júlio Lubianco estudió periodismo en la Universidad Federal Fluminense (UFF). Comenzó la carrera en 2003, en el diario Jornal do Brasil. Fue reportero, editor y editor ejecutivo en Rádio CBN. Hizo su maestría en medios de comunicación en London School of Economics (LSE), becado por el programa Jornalistas de Visão. Es profesor del curso de periodismo de PUC-Rio y es presentador del podcast de BRIO, que trata sobre periodismo, carrera, mercado y tecnología. Ganó los premios Imprensa Embratel (2007), Alexandre Adler (2008), y en dos oportunidades el Tim Lopes de Periodismo Investigativo (2009 y 2014).

Júlio Lubianco estudou jornalismo na Universidade Federal Fluminense (UFF). Começou a carreira em 2003, no caderno Cidade do Jornal do Brasil. Foi repórter, chefe de reportagem e gerente de jornalismo na Rádio CBN. Fez mestrado em mídia e comunicação na London School of Economics (LSE), com bolsa do programa Jornalistas de Visão. É professor do curso de jornalismo da PUC-Rio e apresenta o podcast do BRIO, que discute jornalismo, carreira, mercado e tecnologia. Venceu os prêmios Imprensa Embratel, em 2007, o Alexandre Adler, em 2008, e duas vezes o Tim Lopes de Jornalismo Investigativo, em 2009 e 2014.

Artigos recentes

Agência Tatu: primeira iniciativa de jornalismo de dados do Nordeste quer ampliar cobertura de Alagoas para os outros estados da região. Foto: Orlando Costa

O novo, impactante e frágil jornalismo do Nordeste do Brasil

A região Nordeste é a segunda mais populosa do Brasil, mas tem o menor PIB per capita. Apesar das limitações econômicas, iniciativas jornalísticas independentes se multiplicam nos nove estados do Nordeste e são capazes de produzir impacto mesmo com recursos restritos.

PL das Fake News empaca no Congresso e votação dificilmente ocorre antes das eleições; proposta de remuneração de organizações jornalísticas é tema sensível

Entre outras medidas para coibir a disseminação de fake news, o projeto de lei prevê a remuneração de organizações jornalísticas pelas grandes plataformas de tecnologia. Proposta divide jornalistas brasileiros.

Tamar Charney, Rebeca Ibarra, Sarah Feldberg, and Maggie Penman at ISOJ 2022. Credit_ Patricia Lim_Knight Center

Jornalismo em áudio digital: novas audiências, mais interatividade e notícias atualizadas

Jornais como o Washington Post e o San Francisco Chronicle adotaram o podcast como uma forma de engajar seus leitores e alcançar novos públicos, enquanto plataformas sociais de áudio como o Clubhouse apresentam oportunidades inexploradas para o jornalismo, conforme discutido em um painel ISOJ 2022 sobre jornalismo de áudio e áudio social.

Woman in front of a screen doing a presentation

Como casos de sucesso exploram a transformação digital para viabilizar novos produtos jornalísticos

O painel “Lições e casos inovadores”, do 15º Colóquio Ibero-americano de Jornalismo Digital, reuniu jornalistas, diretores e editores da América Latina para apresentar modelos eficazes que surgem da união entre ferramentas tecnológicas e bom jornalismo.

Emily Bell, Steven Waldman, David Skok, and Sarah Stonbely at ISOJ 2022

Políticas públicas já impactam jornalismo nos Estados Unidos e Canadá: prós e contras

O painel “Subsídios e regulação: como iniciativas governamentais podem afetar o jornalismo e o ecossistema de mídia digital” discutiu casos concretos de políticas públicas desenhadas para incentivar o jornalismo nos Estados Unidos e no Canadá.

news TV microphones

Remuneração de organizações jornalísticas por plataformas de tecnologia une ‘big techs’ e divide jornalistas no Brasil

As big techs estão mais juntas do que nunca contra o projeto de lei que regula as plataformas para combater as fake news. A proposta prevê a remuneração de organizações jornalísticas, mas jornalistas estão divididos. Pagamento das plataformas pelo jornalismo é tendência, com acordos firmados na Austrália e na França e encaminhados em países como Canadá e Reino Unido.

Brasil perde três fotojornalistas de destaque em apenas 15 dias. Crédito: Pedro França/Agência Senado

Três fotojornalistas brasileiros falecidos em 15 dias deixam legado de imagens icônicas da história recente do país

Dida Sampaio, Erno Schneider e Orlando Brito marcaram época com fotos icônicas do poder político em Brasília, que fazem parte da história do país. Os três morreram de causas naturais num intervalo de duas semanas

Israel Silva, Jairo de Sousa e Gleydson Carvalho: jornalistas assassinados são tema de documentário sobre violência contra comunicadores no Brasil. Crédito: Boca Fechada

Assassinato de jornalistas no Brasil: documentário mostra violência contra comunicadores em cidades pequenas

Documentário brasileiro ‘Boca Fechada’ parte das histórias de três comunicadores executados por pistoleiros para mostrar a vulnerabilidade de jornalistas críticos em cidades pequenas do interior do país.

Illustration of a shootout on the street and reporters covering it

Como se manter seguro na cobertura de conflitos violentos na América Latina

Especialistas na cobertura de confrontos violentos na América Latina alertam para a necessidade de um treinamento de segurança completo que envolva toda a redação, desde os chefes até os repórteres.

Fundadores da Headline_ Mario Camera, Andrei Netto (em pé), Felipe Paiva, Deborah Berlinck, Danilo Rocha Lima (sentados). Foto_ cortesia

Newstech franco-brasileira recebe investimentos de € 700 mil para plataforma de monetização de jornalismo independente

A Headline pretende repassar até 70% da sua arrecadação total -- mediante assinaturas e licenciamento de conteúdo -- para os jornalistas e organizações independentes presentes na plataforma.